Arquitetura ambiental: por que você deve utilizá-la no seu projeto?

A arquitetura ambiental conta com atributos sustentáveis e de proteção ao meio ambiente. O impacto que causa nas cidades é ligado ao aproveitamento dos recursos naturais, ao design da cidade e, principalmente, ao bem-estar que pode proporcionar às pessoas.

Aqui no Brasil, diversos projetos têm sido desenvolvidos com essa pegada. Alguns exemplos são a Casa Sustentável em Brasília e a Casa Container em Curitiba. No mundo, podemos citar o Aeroporto de Oslo e a Sede do jornal The New York Times.

Quer saber mais sobre arquitetura ambiental? Então, continue a leitura!

Quais são os princípios da arquitetura ambiental?

Os princípios da arquitetura que se preocupa com o meio ambiente são diversos e vão além da utilização sustentável dos recursos naturais. Entre os principais, podemos citar:

Uso sustentável do terreno e da energia

O ideal é não fazer grandes mudanças na estrutura do terreno utilizado, assim como utilizar apenas o mínimo possível do local para efetuar a construção. Em relação à energia, é importante criar projetos com estratégias para reduzir o consumo de eletricidade e alcançar a máxima eficiência energética.

Análise e planejamento do projeto

Ao fazer a análise do local, também é preciso olhar para o seu entorno. Assim, é possível identificar os aspectos culturais para mantê-los e valorizá-los no que for possível. O planejamento também é importante, pois evita o uso desnecessário de materiais para a obra, tornando o projeto mais sustentável.

Adaptação climática e à legislação

Entender o clima do local onde o projeto será realizado ajuda a posicionar a construção da melhor forma possível em relação ao sol, reduzindo, assim, o consumo energético. A legislação também deve ser atendida em todos os aspectos, sejam eles ambientais ou trabalhistas.

Priorização da saúde e bem-estar

A qualidade sonora e do ar devem ser priorizadas no projeto. Isso permite que a saúde e o bem-estar dos ocupantes, sejam eles trabalhadores ou moradores, seja preservada. Para os profissionais que atuam no projeto, também é preciso ter um cuidado em relação às condições de trabalho e à utilização de equipamentos de proteção individual (EPIs).

Qual é o impacto ambiental da arquitetura sustentável?

Os impactos ambientais da arquitetura sustentável contemplam a preservação de tipos de recursos naturais. A água pode ser reutilizada, o lixo pode ser posicionado estrategicamente para a coleta seletiva, a iluminação natural pode ser priorizada para reduzir o consumo de energia, e por aí vai.

O mais importante é que a arquitetura que preza pela sustentabilidade seja cada vez mais valorizada pelos profissionais da área. Assim, é possível minimizar os impactos ambientais das obras e preservar o meio ambiente com eficiência.

Arquitetura ambiental e o selo verde

Os selos verdes são utilizados para garantir que um projeto está sendo feito com práticas sustentáveis e de proteção ao meio ambiente. Alguns dos principais selos verdes do Brasil são o Procel, Rainforest, Cerflor e FSC.

Cada um desses selos conta com requisitos específicos para serem atribuídos às empresas. Por isso, o mais recomendado é que as organizações tenham um bom sistema de gestão ambiental para se adequar às exigências e auditorias necessárias à obtenção dos selos.

Porque a arquitetura ambiental é tendência?

A cada dia, as pautas de proteção ao meio ambiente têm ganhado força na sociedade. As pessoas estão entendendo que a sustentabilidade é muito importante e que os recursos naturais são finitos. A partir desse debate, os consumidores e as empresas acabam priorizando contratar serviços de arquitetura ambiental para desenvolverem seus projetos. 

A Plantar Ideias é focada em projetos de arquitetura ambiental. Para saber mais sobre a empresa, navegue pelo nosso site e conheça os serviços oferecidos!

Arquitetura ambiental e sustentável
EN | PT