MANIFESTO

:. Mudou a cidade. Mudaram as pessoas. No espaço de uma geração, a relação com a cidade mudou. Em linha com um “espírito do tempo”, o espaço externo passou a ser disputado e não negado.

:. A busca pela experiência e convívio por parte das pessoas migrou do intimo e passou a ocupar a esfera pública, coletiva, por tanto potencializar os espaços de socialização é estimular as relações e consequentemente as experiências individuais.

:. Nos bairros, mobiliários urbanos acomodam pedestres, calçadas pedem arborização. A rua voltou a fazer parte do cotidiano das pessoas. Mas, atenção: como trabalhar com os conflitos?

:. Retomada dos espaços, da convivência e fruição do meio natural e construído, intimo e coletivo, por meio do projeto como forma de crescimento da diversidade. Como transpassar os desejos internos para o lado de fora e trazer o melhor na natureza para o crescimento individual? Como estimular e proporcionar o contato desde a menor célula?

:. O que faremos para fortalecer nossas conexões?

EN | PT
error: Content is protected !!