Veja como a tecnologia BIM pode auxiliar no desenvolvimento de projetos mais sustentáveis

Com grande notoriedade em projetos arquitetônicos no exterior, a plataforma BIM ainda é um tanto desconhecida no Brasil, e seu crescimento no País vem acontecendo de forma gradual. Caracterizada pela otimização de todo o processo de planejamento e execução de um projeto arquitetônico, a BIM pode ser utilizada inclusive na arquitetura sustentável. Saiba melhor o que é e como funciona essa ferramenta a seguir.

O que é a tecnologia BIM?

Do inglês Building Information Modeling (BIM), a Modelagem da Informação da Construção é uma ferramenta de automação das operações de arquitetura, contribuindo não só para a elaboração do design multidimensional do projeto, mas também para a finalização da construção. A BIM utiliza, além da modelagem 3D, dados em tempo real que reconhecem e determinam fatores diversos, como tempo, condições ambientais, finanças e gestão de recursos.

A partir de toda essa combinação, é possível otimizar integralmente o processo de redesign, maximizando o potencial de construção e eliminando riscos. Isso porque a plataforma possibilita o controle de cada etapa de um projeto arquitetônico a partir do armazenamento e compartilhamento de dados.

Para que ela serve?

Com tantos recursos disponíveis, pode-se dizer que a principal função da BIM é garantir mais qualidade e eficiência aos projetos arquitetônicos, agilizando processos e evitando erros. Assim, um arquiteto consegue criar modelos virtuais de uma construção com maior precisão e ter acesso a um resumo computadorizado com dados exatos para dar seguimento às atividades de construção, fabricação e aquisição inerentes ao projeto.

Quais são as principais características e vantagens da BIM?

Se os métodos mais antigos exigiam um trabalho conjunto entre arquiteto (responsável pela elaboração de desenhos 2D e um modelo de construção em 3D) e engenheiro estrutural (profissional encarregado de criar o design e dar forma ao projeto), a arquitetura BIM chegou para unificar e simplificar esse processo.

Grande parte dos programas que hoje utilizam a Modelagem da Informação da Construção possuem engines de renderização, tratamentos otimizados de taxonomias e uma ferramenta específica de programação para a criação de modelos e componentes, que permitem, ainda, ajustar todos os desenhos simultânea e automaticamente.

Esses recursos puderam, enfim, diminuir o tempo de produção de designs e desenhos, aumentando a produtividade em todas as áreas e etapas do processo. Além disso, quando entregue o projeto, o cliente pode ter acesso a dados completos e precisos, com todos os detalhes da construção.

Por que a BIM é fundamental para projetos sustentáveis?

Ao introduzir design sustentável BIM para gerenciar os processos de um projeto de arquitetura, cria-se a possibilidade de controlar cada etapa do ciclo de construção, de modo que, na fase de demolição, possa ser aproveitado o máximo de resíduos da obra ou destinar as sobras para reciclagem.

Especialistas apontam que a ferramenta oferece recursos de simulações energéticas, acústicas e estruturais. Com isso, possíveis gastos com água e energia podem ser mais bem controlados, reduzindo o desperdício de recursos financeiros e naturais e, até mesmo, o tempo de obra. Outra vantagem para o meio ambiente é que esse tipo de sistema também pode ajudar a diminuir a presença de carbono nos projetos.

Elaborar um projeto de arquitetura sustentável BIM utilizando a BIM já é possível no Brasil. Estúdios especializados em obras naturais, como a Plantar Ideias, possuem o know-how necessário para dar vida a uma construção baseada nessa filosofia, aliando o que há de moderno aos conceitos que visam o bem-estar das pessoas e a preservação do meio ambiente.

Tecnologia BIM
EN | PT
error: Content is protected !!